Google vai abrir livraria digital



A partir de julho deste ano o Google anunciou que vai iniciar mais um ramo de atividade, a venda de livros digitais. Segundo o Wall Street Journal, a livraria do Google vai se diferenciar das demais no mercado (Amazon e iBooks), ao permitir que usuários tenham acesso aos livros de diversos dispositivos e websites. O modelo comercial da Amazon é centralizado no e-reader Kindle e no aplicativo Kindle, compatível com Windows, MacOS X e disponível na loja de aplicativos da Apple. Já o modelo da Apple permite a compra de livros apenas em iPads, iPhones e iPods Touch por meio da App Store. Batizada de Google Editions, a novidade não terá preferência de aparelho. O que vai facilitar bastante a venda para todas as pessoas. A empresa afirma que já digitalizou mais de 12 milhões de livros. Informou ainda que espera ter algo em torno de meio milhão de publicações disponíveis para download já no lançamento da loja. A expectativa contempla ainda que o conteúdo seja disponibilizado para computadores, leitores eletrônicos, smartphones e outros dispositivos móveis. Chris Palma, gerente de desenvolvimento de parcerias estratégicas do Google, informou que distribuidoras independentes poderão utilizar a plataforma de vendas da Google em seus sites, recebendo uma parte dos lucros. A empresa ainda não decidiu se o preço dos livros será definido pelas editoras ou pelo Google, mas pensa em fazer descontos em alguns paises. Extraído de: Oficina da Net
Na Balsa \o/\o/

0 comentários:

Postar um comentário