Procuram-se talentos em Ciência da Computação

Universidades buscam talentos em Ciências da Computação

Se você é um "geninho" embarque com seu projeto!

Processamento de imagens

Com o objetivo de atrair novos talentos do Brasil e do exterior, três dos principais programas de pós-graduação em ciências da computação no Estado de São Paulo estão selecionando jovens pesquisadores para participar de uma intensa experiência de aprendizado na área de visualização e processamento de imagens.

Com inscrições abertas até o dia 15 de maio, a São Paulo Advanced School in Computing Image Processing and Visualization (Escola São Paulo de Ciência Avançada em Processamento e Visualização de Imagens Computacionais) será realizada entre os dias 12 e 17 de julho pelo Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP), pelo Instituto de Ciências Matemáticas e da Computação (ICMC), do campus da USP em São Carlos (SP), e pelo Instituto de Computação (IC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)...

Escola São Paulo de Ciência Avançada

O curso, organizado no âmbito da Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA), lançada pela FAPESP em outubro de 2009, deverá ter a participação de 65 pós-graduandos selecionados. Do total, 45 terão apoio financeiro para passagem e estadia, sendo 30 estrangeiros e 15 brasileiros.
Os selecionados participarão de cinco minicursos - totalizando 6 horas e 45 minutos - e terão a oportunidade de ouvir as conferências de alguns dos principais especialistas na área de processamento e visualização de imagens.

Temas científicos avançados

A finalidade da ESPCA é criar oportunidades para que pesquisadores organizem cursos com a participação de especialistas internacionais e que tragam ao Estado jovens estudantes ou pós-doutores de outros países e regiões, possibilitando a interação com estudantes e pesquisadores locais e o debate de temas científicos avançados.
De acordo com o coordenador do evento, Carlos Eduardo Ferreira, professor do Departamento de Ciências da Computação do IME-USP, a intenção é que a ESPCA em Processamento e Visualização de Imagens inaugure uma série bianual de cursos, com conteúdo voltado especialmente para estudantes na fase final do doutorado.
"Os cursos abordarão sempre temas na fronteira no conhecimento e que, ao mesmo tempo, correspondam a áreas de excelência das principais instituições paulistas. Queremos, com isso, atrair alunos de alto nível para que eles venham pesquisar conosco. Temos, em São Paulo, três bons programas de pós-graduação em ciências da computação. E bons programas precisam de ótimos alunos", disse à Agência FAPESP.

Processamento e visualização de imagens

A área de processamento e visualização de imagens, de acordo com Ferreira, vem ganhando crescente importância.
"Nos últimos anos, temos visto um dilúvio de informações em áreas que vão da astronomia à medicina. Mas a obtenção das imagens não basta, é preciso ser capaz de encontrar nela o que é relevante, isto é, processá-la. Em seguida, milhões de informações extraídas desse processamento precisam ser apresentadas ao usuário - o que requer a criação de interfaces para visualização", explicou.
Tanto o processamento como a visualização são áreas de fronteira do conhecimento com inúmeras aplicações importantes em diversas áreas, segundo Ferreira. "Escolhemos esse tema para a ESPCA porque temos pesquisadores que se destacam muito na área, tanto no Brasil como no exterior", disse.
Três minicursos serão coordenados por docentes brasileiros - Roberto Marcondes Cesar Junior, do IME-USP, Alexandre Falcão, do IC-Unicamp, e Maria Cristina de Oliveira, do ICMC-USP.

Análise e classificação de formas

Cesar Junior - que é um dos membros da Coordenação da área de Ciência e Engenharia da Computação da FAPESP - tratará do tema "Análise e classificação de formas: abordagem estrutural e aplicações". "Ele falará sobre métodos de análise de formas, campo relacionado ao reconhecimento de padrões estatísticos e estruturais, com diversas aplicações importantes, como a segmentação de imagens e a detecção de objetos", disse Ferreira.

Processamento de imagens utilizando gráficos

Falcão apresentará o minicurso "Processamento de imagens utilizando gráficos". O curso abordará os passos necessários para selecionar um objeto a partir de uma imagem. "A imagem precisa ser segmentada em componentes importantes, a partir dos quais se torna possível encontrar os objetos e realizar a classificação em padrões. O curso mostrará como trabalhar com o objeto matemático a partir do uso de gráficos", explicou Ferreira.

Análise visual de dados multidimensionais

O minicurso "Análise visual de dados multidimensionais", que será apresentado por Maria Cristina, Agma Traina e Rosane Minghim - ambas também do ICMC-USP -, terá o objetivo de mostrar técnicas e métodos de representações gráficas capazes de exibir com clareza, para o usuário, uma quantidade imensa de dados. "O Google Analytics, uma ferramenta de visualização do tráfego em websites, é um bom exemplo de solução para a visualização de dados multidimensionais", indicou Ferreira.

Especialistas estrangeiros

O evento terá a participação de dois pesquisadores estrangeiros de destaque: Jayaram Udupa, professor do Departamento de Radiologia da Universidade da Pensilvânia (Estados Unidos), e Alexandru Telea, professor do Departamento de Matemática e Ciência da Computação da Universidade de Groningen (Holanda).

Udupa, editor de diversos periódicos de ciências da computação, trabalha com ferramentas de manipulação de imagens e análise de padrões. "A presença dele deverá atrair muita gente interessada na análise de imagens médicas, área na qual ele tem destaque internacional", afirmou Ferreira.

Telea é autor do livro Data Visualization: Principles and Practice, lançado em 2007. Segundo Ferreira, a obra é considerada a "bíblia" da área de visualização de dados. "Ele trabalha com visualização científica de fluxos, softwares de dados hierárquicos e usos de metáforas visuais", disse.

Inscrições

Para a seleção, segundo Ferreira, cada candidato deverá enviar um e-mail com informações acadêmicas - incluindo instituição, orientador e dados pessoais -, uma carta explicando suas motivações para participar do curso, o resumo de seu atual projeto de pesquisa, currículo e duas cartas de recomendação.
"Esse material será analisado pelo comitê organizador. Os estudantes que não receberão apoio financeiro também serão selecionados pelos mesmos critérios", afirmou.

Mais informações sobre as inscrições podem ser obtidas no site

www.vision.ime.usp.br/~mh/SP-ASC

Na Balsa \o/\o/


0 comentários:

Postar um comentário